Política: Edilardo Eufrásio assume cadeira na Assembleia Legislativa do Ceará

Sequestrador de ônibus em Ponte no RJ é morto por atirador de elite
20 de agosto de 2019
Maracanaú: Jovem é morto a tiros na frente da filha; criança implorou para não matarem o pai
20 de agosto de 2019

O ex-prefeito de Tejuçuoca e suplente de deputado estadual Edilardo Eufrásio (MDB), assumiu na manhã desta terça-feira, dia 20, um assento no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado Ceará em substituição ao deputado Agenor Neto (MDB), que se licenciou do cargo por 120 dias. Nas eleições de 2018 Eufrásio ele obteve 23.654 votos, ficando na segunda suplência da coligação formada por MDB, PHS, AVANTE, SDD, PSD, PSC, PODE e PRB. O primeiro suplente, David Ney Gonçalves de Macedo (MDB) assumiu recentemente a vaga do deputado Leonardo Araújo (MDB), que também se licenciou do cargo por quatro meses.

 

Muito embora os deputados licenciados aleguem motivos pessoais para deixar as funções de parlamentar por alguns meses, sabe-se que há um acordo entre lideranças do MDB para que os primeiros suplentes assumam temporariamente o mandato.

 

Edilardo teve maior desempenho eleitoral em sua cidade. Em Tejuçuoca recebeu 5.291 votos, sendo o candidato mais votado. Em Itapajé ele obteve 2.147 votos, conquistando a segunda colocação.

 

A pesar do curto tempo de mandato que terá, Edilardo Eufrásio faz muitas promessas, como a de lutar por um hospital regional para o Vale do Curu e destinar investimentos para desenvolver potencialidades econômicas dos municípios que compõem a região Litoral Oeste e Vale do Curu.

 

Processos

 

De acordo com a coluna “PontoPoder”, vinculada ao site do Diário do Nordeste, Edilardo Eufrásio responde a, pelo menos, oito processos por crimes na Lei de Licitações.