PM é preso suspeito de atirar em mulher que negou relação sexual

O policial militar Mayron Myrray Bezerra Aranha, de 29 anos, foi preso nesta terça-feira (12), suspeito de tentar matar uma mulher após a vítima se recusar a ter relações sexuais com ele em Barbalha, no interior do Ceará. O crime aconteceu na última sexta-feira (8). Depois do disparo, o PM fugiu e, com sinais de embriaguez, colidiu o veículo em um poste de energia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito e a vítima estavam em uma chácara, no município de Barbalha quando, na manhã da sexta-feira (8), o homem tentou ter relações sexuais com a mulher, de 23 anos. A vítima se recusou, momento em que o policial efetuou disparos de arma de fogo que atingiram o braço dela.

As polícias militar e civil fizeram buscas em Barbalha e em municípios vizinhos para localizar o suspeito. A Delegacia Municipal de Barbalha representou pela prisão preventiva do militar para dar continuidade às investigações. Mayron se apresentou nesta terça-feira na delegacia, e o mandado por tentativa de homicídio foi cumprido.

Ainda conforme as apurações da Polícia Civil, a vítima, após ser baleada, correu para via pública para pedir ajuda e foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela foi encaminhada para um hospital, passou por cirurgia e passa bem.

Durante as buscas ininterruptas que duraram cinco dias, a investigação conseguiu imagens captadas pela câmera de circuito interno de segurança do local para analisar a dinâmica do crime. As imagens serão encaminhadas para serem analisadas pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A Polícia Civil também apreendeu a arma do policial, uma pistola .40 com carregador, que também passará por perícia. A Delegacia Municipal de Barbalha segue com as investigações em andamento.

Fonte: G1/CE

Veja Também