A AUDIÊNCIA DO RÁDIO SEGUE EM ALTA

A AUDIÊNCIA DO RÁDIO SEGUE EM ALTA DURANTE A PANDEMIA DE CORONAVÍRUS.  SEGUNDO PESQUISA KANTAR IBOPE, 74% DOS OUVINTES ESTÃO SINTONIZADOS AINDA MAIS NA EMISSORA FAVORITA.  NESTE QUESITO, HOUVE UM AUMENTO DE TRÊS PONTOS PERCENTUAIS ENTRE ABRIL E MAIO. A BUSCA POR INFORMAÇÃO É O PRINCIPAL FATOR PARA ESTE AUMENTO DE AUDIÊNCIA NAS EMISSORAS DE RÁDIO NOS PRINCIPAIS MERCADOS DO PAÍS. E A TENDÊNCIA É MUNDIAL.  NOS ESTADOS UNIDOS TAMBÉM É VERIFICADA UMA ALTA NA PROCURA POR RÁDIOS JORNALÍSTICAS. O INSTITUTO NIELSEN AVALIA QUE A RETRAÇÃO NA ECONOMIA GLOBAL PODE MEXER NO MERCADO RADIOFÔNICO.  MAS FICA O ALERTA: QUEM NÃO ANUNCIA, NÃO VENDE – E O RÁDIO SEGUE SENDO UM VEÍCULO DE CREDIBILIDADE, COM PÚBLICO FIEL E, MAIS DO QUE NUNCA, COM AUDIÊNCIA CONSOLIDADA.

Veja Também