Uruburetama: Chefe de gabinete nega que tenha havido falsificação de assinaturas do prefeito e atribui diferença de grafia a tremores do gestor

Diante das acusações da presidente da Câmara Municipal de Uruburetama, Stela Rocha de que o prefeito daquele município, Artur Nery, estaria ausente da cidade há mais de 50 dias e de que neste período membros da gestão estariam supostamente falsificando a assinatura do gestor em decretos administrativos, o chefe de gabinete da Prefeitura, Gustavo Coelho, decidiu se manifestar publicamente sobre as suspeições.

 

Segundo ele, é fato que o prefeito está ausente do município desde o dia 10 de maio para tratar-se de infecção provocada pelo novo coronavírus. Ainda de acordo com o chefe de gabinete, Nery estaria internado em um hospital em Fortaleza, mas durante parte deste período teria continuado a despachar e assinar documentos, levados a ele por familiares. O gestor só teria interrompido o trabalho remoto após seu estado se agravar e ele precisar ser intubado.

 

Gustavo rechaça as suspeitas de falsificação afirmando que a aparente incompatibilidade de grafia, ao se comparar assinaturas de documentos antigos com os rubricados durante o tratamento hospitalar é fruto de tremores nas mãos do prefeito.

 

De acordo com a lei, em situações em que o prefeito se ausente do município por mais de 15 dias ininterruptos, a Câmara de Vereadores tem que dar posse ao primeiro na linha sucessória do poder executivo. Neste caso, a presidente da Casa, Stela Rocha assumiria a função de prefeita interina, uma vez que Nery foi eleito como vice-prefeito e assumiu o cargo após a cassação do ex-prefeito Hilson de Paiva.

 

Coelho tentou justificar a não comunicação ao poder legislativo sobre a vacância temporária do cargo afirmando que por força de decreto legislativo a Câmara estava fechada e não haveria como informar aos vereadores sobre a situação.

 

O chefe de gabinete disse que Artur Nery já está bem e logo deve voltar ao município, mas não disse quando. Stela Rocha entrou na justiça com mandado de segurança para assumir o cargo de prefeita e espera uma decisão do magistrado da comarca local.

Veja Também