Eleições 2020: Cada partido deverá obter em torno de 2.220 votos para eleger um vereador em Itapajé

De acordo com a Justiça Eleitoral, estão aptos a votar no município de Itapajé nas eleições deste ano 37.088 eleitores, 3.993 votantes a mais do que no pleito municipal de 2016, um crescimento de 12,06%.

 

Nas eleições de quatro anos atrás 89,7% dos eleitores compareceram às urnas e validaram seus votos, o que representa 29.700 pessoas. Naquele ano o quociente eleitoral, número mínimo de votos que cada partido ou coligação precisou fazer para eleger um vereador, foi de 1.980.

 

Dentre todos os eleitos para a Câmara de Vereadores nenhum conseguiu alcançar o quociente eleitoral, dependendo, em maior ou menor proporção dos votos de outros candidatos de partido e coligação.

 

Neste ano, se aplicarmos o mesmo percentual de votos válidos – excluindo-se ausentes, votos nulos e brancos -, o quociente eleitoral deverá ficar em torno de 2.218 votos.

 

Em 2020 não haverá coligações partidárias, desse modo cada legenda terá que alcançar o quociente eleitoral apenas com a soma dos votos de seus candidatos. Outra novidade é que uma legenda que não conseguir alcançar o quociente eleitoral ainda poderá eleger ao menos um vereador, caso na rodada de sobra tenha mais votos do que os demais partidos.

 

Vejamos um exemplo: se há oito partidos na disputa e sete conseguem alcançar a marca de 4.500 votos, cada uma dessas siglas elegerá dois vereadores e terá ao final da contagem 64 votos de sobra. Já o oitavo partido, que obteve apenas 1.770 votos, e não alcançou o quociente de 2.218 para fazer um vereador diretamente, elegerá o candidato mais votado da legenda na rodada de sobra.

 

Mardem Lopes

DRT 2652 CE

Veja Também