Síndrome associada à Covid-19 em crianças tem casos registrado em Itapajé e Umirim

Uma nova manifestação clínica em crianças e adolescentes que foram contaminados pelo novo coronavírus foi observada em 13 cidades do Ceará. Ao todo, até julho deste ano, foram registrados 41 casos e 2 óbitos no Estado. Segundo nota da Secretaria de Saúde do Ceará, todos os casos apresentam exames laboratoriais positivos para Covid-19, com 82,9% deles feitos por meio do teste rápido.

 

As ocorrências aconteceram em Fortaleza (28), Caucaia (2), Aracoiaba (1), Barreira (1), Eusébio (1), Guaiuba (1), Itapajé (1), Maranguape (1), Paracuru (1), Pindoretama (1), Quixadá (1), Quixeramobim (1) e Umirim (1).

 

Classificada como Síndrome Inflamatória Multissistêmica, a patologia apresenta sintomas que geralmente não incluem manifestações respiratórias significativas, mas podem desenvolver características da Síndrome de Kawasaki, como o surgimento de um aneurisma coronariano.

Ceará

 

No Ceará, os sinais mais apresentados são a febre, o exantema/rash (erupção cutânea) e a dor abdominal, com representações de 92,7%, 61,0% e 56,1%, respectivamente. Dos 41 casos diagnosticados no Estado, apenas 6 tiveram relato de alguma comorbidade, entre eles cardiopatia e febre reumática (1), autismo (1), cisto ovariano (1), doença celíaca (1), leucemia mieloide aguda (1), dengue (1).

 

Dentre os achados laboratoriais coletados por meio de hemograma completo, os mais frequentes são anemia (12,2%), plaquetopenia (7,3%) e leucocitose (4,9%).

 

Foram acometidos indivíduos com idades de 0 a 16 anos, com predominância para pacientes do sexo masculino, com 53,6% dos casos. A faixa etária com mais registros de casos de crianças do sexo masculino foi de 5 a 14 anos, sendo 59,1%. Do sexo feminino, a faixa etária mais atingida foi a de 10 a 14 anos, correspondendo a 47,4%.

 

Do total de casos, 78,0% foram atendidos na rede pública de saúde e 95,1% precisaram de internação, com média de 6 dias de duração. A média encontrada entre a data do início dos sintomas e a internação foi de 6 dias com intervalo de 1 a 36 dias.

 

Número de casos

 

Na última quinta-feira (6), o Ministério da Saúde relatou que o Ceará lidera o número de casos da doença no País, com 29 ocorrências acompanhadas pela Pasta nacional. Depois do Estado aparecem o Rio de Janeiro (22), o Pará (18) e o Piauí (2).

 

Foi emitido um alerta sobre a doença no dia 20 de maio, em parceria com o Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). Cerca de 300 casos foram registrados no mundo em países como Espanha, França, Itália, Canadá e Estados Unidos, conforme o Ministério da Saúde.

 

 

Fonte: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2020/08/07/casos-de-sindrome-associada-a-covid-19-em-criancas-ocorrem-em-13-cidades-do-ceara.ghtml

Veja Também