Categorias

Alisson aprova uso do VAR, despista sobre Roma e recorda dificuldades na Seleção

O uso do VAR divide opiniões. Entretanto, Alisson, goleiro titular da seleção brasileira, não tem dúvidas: o auxílio do árbitro de vídeo deixa o jogo mais justo. Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, em Sochi, o arqueiro defendeu o uso da tecnologia.

Acredito que VAR vem para somar na Copa do Mundo. Tive experiência na Itália, e deu muito certo. Margem de erro muito baixa, menos do que 1%. Alguns momentos que colocam o árbitro em dificuldade, principalmente lances muito rápidas, de impedimento. Lógico que às vezes tem aquela parada para o árbitro ver o vídeo, isso incomoda um pouco, mas aumentando a chance de acerto fica um jogo mais justo – declarou o atleta da Roma, pretendido por Real Madrid e Liverpool, despistando ao tratar de seu futuro na equipe italiana.

Escolhido pelo técnico Tite para ser o titular da posição na Copa do Mundo, Alisson, que se firmou na posição, relembrou os questionamentos sofridos durante a sua caminhada até a competição.

– No futebol, tem que se provar partida após partida. Conquistei esse meu lugar na Seleção com muito trabalho e ajuda dos meus companheiros. Nossa disputa é sadia, o Tite sempre fala isso, de um fazer o outro crescer. Tive momentos difíceis, mas superei. Alguns questionamentos foram feitos com razão, outros nem tanto. Mas sempre respeitei, e minha maneira de responder foi dentro de campo. Minha temporada mostrou isso. Não só meus jogos na Seleção. Nossos números defensivos são muito bons. Minha temporada na Roma também demonstrou meu potencial, mas não quero parar por aqui. Você tem que estar sempre provando. Temos que demonstrar mais do que nunca para, se Deus quiser, sair com esse título daqui.

Comentar Via Facebook

Comentários