O Ceará registrou, no primeiro quadrimestre deste 2018, um aumento de 18,2% na exportação da castanha de caju, em relação ao igual período de 2017. Passou de US$ 30,1 milhões para US$ 35,6 milhões e se constitui como líder no ranking nacional desse negócio.

Esse montante, segundo boletim divulgado pela Federação das Indústrias do Estado (Fiec),  representa 81 % do total exportado pelo Brasil.

O Estado vendeu neste ano castanha para 58 países e os principais foram Estados Unidos, Holanda, Canadá, México e Argentina. O primeiro abarca mais de 47% do total exportado, com uma cifra de US$ 16,9 milhões, 7,4% maior do que o do ano passado.

A Argentina merece destaque visto que entre 2017 e 2018, as compras do produto cearense quase dobraram, exibindo um aumento de 91,8%.