Mulher em trabalho de parto, a caminho do hospital, é morta a tiros por assaltantes

Policial militar mata marido e diz que atirou para se defender de agressões
17 de junho de 2019
Termina prazo de matrícula e de adesão à lista de espera do Sisu
17 de junho de 2019

Edna Diniz Torres, uma mulher grávida que morreu com tiro na cabeça durante assalto, foi enterrada neste domingo, 16, por volta das 17 horas, em Canaã dos Carajás, no Sudeste do Pará. Ela estava em trabalho de parto a caminho do hospital, quando foi vítima de um assalto na última sexta-feira, 14. Dois homens abordaram o carro em que Edna estava com o marido, que não parou durante a tentativa de assalto. Os criminosos dispararam contra o veículo.

Edna estava grávida do quarto filho e foi encaminhada com vida até um hospital. Os médicos conseguiram realizar o parto, mas Edna não resistiu aos ferimentos. A criança ainda ficou internada em estado grave, mas também não resistiu.

Os corpos foram levados ao Centro de Perícias Científicas em Marabá, município a 500 quilômetros da capital do Estado. 

 

Fonte: Diário do Nordeste

Atitude Online