Weintraub anuncia que Brasil deixará Mercosul na área educacional

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta sexta-feira, 29, que o setor educacional do Brasil não vai mais fazer parte do Mercado Comum do Sul (Mercosul) . Segundo o ministro Abraham Weintraub, a decisão de sair do grupo foi tomada após avaliação de que os investimentos nos últimos anos não geraram “resultados concretos”.

“Após 28 anos, não há resultados concretos e objetivos para a gente mostrar e a despesa e o custo foi grande”, afirmou o ministro que disse estimar o “gasto de R$ 30 milhões com as reuniões”. São realizadas reuniões semestralmente para discutir as diversas ações integradas do grupo para todas as etapas da educação, do ensino infantil à pós-graduação.

Fonte: O Povo

Veja Também