Praias: sete pessoas presas por poluição sonora e paredão apreendido

Sete homens foram presos em casas e vias públicas durante uma operação da polícia contra a prática de crime de poluição sonora nas praias de Caponga e Águas Belas, no litoral do Ceará, na madrugada deste domingo (15).

Além das prisões, de acordo com o delegado Josafat Filho, da Delegacia Metropolitana de Cascavel, foram apreendidos seis veículos com aparelhos sonoros de alta potência; um amplificador e um paredão de som avaliado em cerca de R$ 38 mil.

 

Prisões

 

 

As prisões se deram por conta da emissão de sons altos. Dos sete presos, cinco foram em flagrante. Além disso, foram lavrados dois Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCOs) na operação pelo crime de poluição sonora.

A poluição sonora se enquadra como crime ambiental, com base no artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais. A pena pode chegar a reclusão de um a quatro anos e multa.

Dois dos sete presos na operação Marulhos em Cascavel neste domingo (15) — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Fonte: G1/CE

Veja Também