Ceará e Fortaleza iniciam temporada com testes e avaliações

Começo de temporada é período de ajustes. As equipes estão em fase de aprimoramento para atingir as melhores condições físicas, técnicas e táticas. E é este o momento que os treinadores utilizam para realização de testes em diferentes competições. Nos primeiros jogos em 2020, Ceará Fortaleza mostraram facetas diferentes e tanto Argel Fucks como Rogério Ceni viram o crescimento e a consolidação de nomes que não iniciaram como fortes candidatos à titularidade, mas agora já provam que merecem ser observados com outros olhos.

No Tricolor, a goleada por 5 a 0 sobre o Atlético/CE foi classificada por Rogério Ceni como a melhor das quatro atuações que o Leão do Pici realizou até aqui na temporada. Vale salientar que em nenhum destes jogos o técnico leonino repetiu o time. Sempre com escalações distintas para Copa do Nordeste e Campeonato Cearense, Ceni já utilizou 23 jogadores, praticamente todo o elenco, e tem dado chances a diversos atletas, que têm correspondido em campo.

É o caso de Edson Cariús, que no segundo jogo como titular, marcou o segundo gol com a camisa leonina, agradando ainda mais o comandante.
“Gosto bastante dele. Tem se entregado muito nos treinos, tá evoluindo. Não fica parado esperando jogo. É cansativa essa função, centroavantes ajudam muito, e eu tenho gostado”, avaliou Ceni.

Mas não somente o camisa 19 tem feito bonito. Uma outra surpresa veio de um atleta que já estava no elenco ano passado, mas que somente em 2020 conseguiu demonstrar melhor desempenho.

“Mariano Vázquez vem me surpreendendo esse ano, tentando ajudar taticamente muito mais que no ano passado. Tá tendo suas oportunidades e aproveitando. É um jogador que o torcedor vem gostando e vem mostrando serviço”, elogiou o técnico tricolor.

Para além de Cariús e Vázquez, o goleiro Max Walef também ganhou oportunidade e aproveitou. “Max foi muito bem, como eu esperava. Já é o terceiro ano trabalhando com ele, vejo potencial. É um goleiro que pode ser utilizado por bastante tempo, tem só 26 anos. E inclusive já pedi a extensão do contrato dele. Acho que é um ativo importante pro Fortaleza. E o Fortaleza deve ampliar o vínculo dele por mais dois anos”, garantiu Rogério.

Os volantes Michel e Nenê Bonilha também iniciam bem o ano, assim como o atacante David, que ontem teve estreia elogiada, com bola na trave e participação direta em dois gols. O camisa 17, inclusive, terá outra oportunidade amanhã, contra o Santa Cruz, para adquirir melhor ritmo de jogo para a partida contra o Independiente, pela Copa Sul-Americana, na quinta-feira (13).

marianomariano
Mariano Vázquez não começou o ano como titular, mas vai ganhando espaço com Ceni

Mas além de peças, uma novidade que o Tricolor tem apresentado neste início de ano é a variação tática. No rodízio de atletas, Rogério Ceni encontrou um outro modelo de jogo para servir como alternativa para o tradicional 4-4-2 (ou 4-2-4). O estabelecimento de uma formação com um losango no meio de campo, com três jogadores garantindo maior sustentação defensiva e um camisa 10 com liberdade para auxiliar os dois atacantes ampliou o leque de opções no Leão.

“Tentamos fazer esse revezamento de sistema, arriscando jogos muitas vezes, agora temos que tentar privilegiar a parte física dos jogadores. Queríamos também experimentar. Pra mim, tá sendo uma fase de experiência para, um dia, tentar enxergar qual a melhor formação. É uma época do ano que a gente pode sofrer um pouco mais, mas que devemos experimentar e ver quem e sai melhor”.

Alvinegro na mesma

No Ceará, não tem sido diferente. Nas três primeiras partidas, o técnico Argel Fucks evitou grandes mudanças e repetiu a base da equipe que tem idealizado como titular, mas na vitória por 1 a 0 sobre o Pacajus, na quarta-feira, mudou o time inteiro, aproveitando o Estadual para testar para outros torneios.

“A gente só manteve o Klaus pra dar ritmo de jogo, pra dar oportunidade a outros jogadores. Queria ver o Quixadá jogando, o Vinícius, o Mateus, o Lima. Não fizemos uma partida boa tecnicamente”, avaliou o treinador, garantindo que a competitividade no elenco continua em alta.

“Aqui não tem cadeira cativa pra ninguém, quem se escala é o próprio jogador. A gente dá oportunidade, bota ele em campo. A partir do momento que ele entra, faz gol, dá uma assistência, ele vai jogar. A gente trata todo mundo igual”, destacou Argel.

Algumas peças não corresponderam o esperado, mas quem aproveitou muito bem mais uma oportunidade foi o zagueiro Klaus, que marcou o 2º gol no segundo jogo seguido como titular.

Foi a chance também para o jovem lateral-esquerdo Kelvin, das categorias de base, que fez atuação segura, e para o meia Ricardinho, que entrou no 2º tempo e atuou bem, garantindo uma dinâmica mais fluida ao meio-campo. Mesmo assim, longe do ideal.

“Particularmente, meus primeiros 45 minutos da temporada, ainda muito abaixo fisicamente. É importante estar entrando, ganhando ritmo de jogo, a gente só ganha ritmo jogando. É importante ter participado”, destacou o camisa 8.

A situação de Argel não é confortável. A equipe não está rendendo o esperado e a necessidade de vitórias é latente. Porém, a tendência é que mais mudanças sejam realizadas pelo treinador alvinegro nas partidas seguintes.
“Acho que é importante rodar o time. Dar oportunidade para todos os jogadores. Estamos no início de trabalho. São jogadores novos que estão chegando. É apenas o quarto jogo na temporada. É muito pouco. Ainda existe uma cara de trabalho de pré-temporada muito forte”, garantiu o comandante do Vovô.

Certo é que o Ceará tem uma necessidade maior de resposta, justamente pela desorganização que a equipe ainda apresenta. Argel Fucks venceu, mas ainda não convenceu. Nos sete jogos oficiais que realizou no comando do clube, não teve nenhuma atuação que passasse total confiança aos torcedores, e o técnico tem a missão de encontrar o melhor ponto da equipe. Na próxima semana já tem o Bragantino/PA, em jogo único decisivo pela Copa do Brasil, em jogo que não haverá espaço para erros.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Veja Também


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/wwfmat/public_html/novo/wp-includes/functions.php on line 4552