Categorias

Acusados por fraudes, Prefeito e primeira-dama de município na zona norte, rezando na igreja, despertam a atenção de populares

O prefeito de Reriutaba, Osvaldo Neto (PDT), e a primeira dama, Gizelli Lemos, despertaram a atenção do povo ao serem vistos rezando na matriz da cidade. Muitos chegaram a deduzir que a atitude do casal tinha como intuito  se livrarem de ser presos pelo cometimento de irregularidades nos primeiros seis meses da administração à frente daquele município.
O prefeito Osvaldo Neto não foi afastado do cargo, mas existe em andamento uma investigação que apura supostas fraudes em contratos de emergência no município.
Foram afastados de seus respectivos cargos, a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Gizelli Lemos, além dos secretários Antônia Célia Lemos Alves, Francisco Wellington Pinto, Daniel Memória, Glaydson Gomes e os servidores José Vilemar e Jardel Soares.
Entenda
Nas ações, o MPCE sustenta que o prefeito Osvaldo Honório Lemos Neto, desde a fase de transição de governo, deixou de adotar medidas essenciais, dando causa a uma situação emergencial e calamitosa nos serviços de coleta de lixo e no fornecimento de medicamentos em Reriutaba.
Com a edição do decreto emergencial, o prefeito realizou processos de dispensa de licitação repletos de irregularidades. Com maior gravidade, apurou-se que, em relação a contratos de assessoria de contabilidade, nem mesmo existia a emergência declarada pelo prefeito, eis que o município já contava com servidores para a execução contábil.
CE’NEWS

Comentar Via Facebook

Comentários