Categorias

Concurso da UFC abre vagas para técnico-administrativo com salário de até R$ 4,6 mil

A Universidade Federal do Ceara (UFC) divulgou o edital para o concurso que visa preencher vagas para sete cargos técnico-administrativos da instituição. A remuneração é de R$ 4.638,66 para os cargos de nível superior e R$ 2.904,96 para os de nível técnico e médio. Todas as oportunidades são para o campus de Fortaleza.

As vagas são:

  • Técnico de Audiovisual (nível médio)
  • Técnico de Laboratório / Microbiologia do Solo (nível médio)
  • Técnico em Alimentos e Laticínios (nível médio)
  • Técnico de Nutrição e Dietética (nível médio)
  • Tradutor Intérprete de Linguagens de Sinais (nível médio)
  • Psicólogo/Saúde Pública (nível superior)
  • Psicólogo/Clínica (nível superior)

A jornada para todos os cargos é de 40 horas semanais. Cada um deles tem apenas uma vaga. As inscrições serão realizadas unicamente pela internet, no site da Comissão de Concursos da UFC (CCV), a partir das 8h do dia 25 de março e seguem até as 23h59min do dia 07 de abril de 2019 (horário de Fortaleza). Os interessados devem preencher o Formulário de Solicitação de Inscrição e enviar os dados à CCV.

Os programas de estudo devem ser divulgados no dia 1º de março.

Taxa de inscrição

A taxa de inscrição é de R$ 120,00 para os cargos de nível superior e R$ 90,00 para os de nível técnico e médio.

Provas

As provas estão previstas para serem realizadas no dia 19 de maio em Fortaleza, a partir das 9h, e devem ter duração de quatro horas. O local será informado no site do CCV no dia 15 de maio. As questões são de múltipla escolha.

O concurso também terá provas práticas para os cargos de nível técnico e médio, a serem realizadas na data provável de 23 de junho.

validade do concurso é de um ano, a contar da data da publicação do seu resultado no Diário Oficial da União, mas poderá ser prorrogado por igual período, de acordo com os critérios da UFC.

Podem solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição os candidatos cujas famílias estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do Governo Federal, e tenham renda familiar mensal per capita inferior ou igual ao meio salário-mínimo nacional. Também tem direito a isenção os doadores de medula óssea.

 

 

Fonte: DN

Comentar Via Facebook

Comentários